Avançar para o conteúdo principal

Aumento da mortalidade das mulheres entre os 50 e 60 anos que não fazem terapeutica hormonal.

Ler hoje ,dia 19/7/2013,um ótimo artigo na secção de Ciência ,escrito por Ana Gershenfeld, que descreve este estudo feito nos EUA,por Sarrel et al e publicado hoje no Amer.J.of Public Health.

Comentários

  1. Finalmente os autores do conhecido estudo WHI, que tinham apontado risco de cancro da mama elevado com tratamentos hormonais da menopausa,chegaram à conclusão,depois de um follow up de 18 anos, que as hormonas utilizadas não causavam cancro da mama nem elevada mortalidade por doenças cardiovasculares (publicado em JAMA Setº 2017 por JoAnne Manson e colaboradores) naõ havendo diferenças entre os grupos tratados e não tratados.
    E o que é mais importante ainda é que o protocolo do estudo WHI não tem qualquer semelhança com a boa prática clínica porque usaram sempre o mesmo medicamento,a mesma dose em todas as mulheres que,por isso,tiveram muitos efeitos secundários.
    Com as novas recomendações para os THM é de esperar que se torne visível até muito melhores resultados do que nos controlos.
    Isto é,a partir de agora,usar o estradiol por via parentérica associado ounão,conforme os casos à progesterona quimioidentica ou a uma molécula bioidêntica,como a deihidroprogesterona.
    Portanto, retome-se a THM correta,sem medo (se não houver contraindicação) para melhorar a qualidade de vida e fazer a prevenção de doenças (enfarte do miocárdio,osteoporose,demência,etc)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

hormonas bioidênticas

hormonas bioidenticas estão na moda ! Estamos de acôrdo que são preferiveis aos esteroides sintéticos com atividade hormonal. O problema não é a molécula natural. O problema é a dose e o controlo de qualidade por quem prepara cremes para aplicação transdérmica. Como determinar a dose se não há estudos epidemiológicos que a aconselhem ? As trandermicas em adesivo já estão bem estudadas. Quanto à adminitração oral já há referencias seguras.

Conheça o site da Clínica da Menopausa

Clínica de Feminologia Holística
Aqui será examinada por um especialista de renome internacional, diplomado nos EUA, que a pode aconselhar a tratar de problemas ginecológicos e hormonais na menopausa, disfunções sexuais, doenças da mama e obesidade.

Uma equipa de especialistas altamente qualificados estarão ao seu dispôr nas áreas da Ecografia, colposcopia, histeroscopia, citologia, anatomia patológica, mamografia, análises gerais e hormonais, cirurgia, etc.
Vai ao site http://www.neves-e-castro.pt/

menopausa precoce

Tenho visto muitos casos de supostas menopausas precoces que não são.
O quadro clínico é de amenorreia,FSH elevado e Estradiol baixo, com ou sem sintomas vasomotores.
Tenho resolvido estes casos com um tratamento prolongado de estradiol.Porquê?
A hipófise segrega várias isoformas de FSH,umas mais bioactivas e outras mais imunoactivas. O estradiol pode exercer um efeito de maior bioactividade das FSH. Por outro lado o estradiol estimula mitoses nas células da granulosa dos ovários e estimula receptores de FSH.
Nas ecografias vê-se que há um endométrio estimulado e,nos ovários que não mostravam folículos passam a ver-se folículos de 10/20 mm. Se estas forem as observações não há uma menopausa precoce. É interessante também notar que a hCG induz atrésia folicular ou produz um LUF.
Num dos meus casos com gravidez de termo.depois de várias tentativas falhadas com hCG,a ovulação foi espontânea.
POrtanto,cuidado com os diagnósticos de menopausa precoce. Vale sempre a pena tratar durante 1 mê…